Tudo o que você precisa saber sobre o plástico de engenharia

Confira as características e aplicações desse material na indústria

  • O que é plástico de engenharia?

    Do ponto de vista de mercado, os plásticos são avaliados e classificados em três grandes grupos: “os commodities, que apresentam uma combinação de propriedades mecânicas internas geralmente baixas, mas que são de alto consumo devido ao baixo preço. O plástico de engenharia, que é um grupo de material com um balanço de propriedades mecânicas internas bem mais elevadas, que tem um maior preço e, portanto, um consumo menor. E a terceira categoria de materiais, chamada de alta performance, que são aqueles com balanço e propriedades mecânicas mais elevadas, que também são mais caros e, consequentemente, possuem um consumo muito baixo”, explica Edson Roberto Simielli, engenheiro da Simielli Consultoria e Treinamentos Corporativos e autor do livro “Plásticos de Engenharia - Principais Tipos e Sua Moldagem por Injeção”.

  • Aplicações dos plásticos de engenharia

    As aplicações típicas para os plásticos de engenharia vão desde componentes para equipamentos de produção de semicondutores até peças técnicas em equipamentos pesados para processamento de alimentos. Para Rafael Scandizzo Caldana, professor do SENAI Jundiaí, “os plásticos de engenharia são aplicados em peças que necessitam obter um excelente desempenho em altas temperaturas ou em situações nas quais se tenha um grande esforço mecânico, sem perda de propriedades. Em virtude disso, são amplamente utilizados nos mais diversos ramos da indústria, como a automobilística, a aeroespacial, a de eletroeletrônicos e a naval”, afirma.

Faça o download grátis aqui!

Basta preencher o formulário abaixo

Preencha corretamente os campos marcados

Enviando...

Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.